Arquivo da tag: produção de aço

Quanto os EUA gastam para conter imigrantes? Como anda a liberdade no mundo? As preocupaçãos de Obama mudaram? The Economist mostra

As infografias da The Economist.com são muito boas pela enorme capacidade de serem simples e didáticas, auto-explicativas e bonitas. Informam facilmente por meio de barras, colunas e linhas. Selecionei quatro delas, publicadas no The Economist Freedomportal da revista.

1) Os números da organização Freedom House mostram que a democracia anda em baixa no mundo. A quantidade de países nos quais reina a liberdade política e de expressão diminuiu. No ano passado, em 40 países houve deterioração da liberdade. Em pouco acima de 45% das nações do mundo impera, de acordo com a organização, o princípio da liberdade. Os avanços foram mínimos nos últimos dez anos.

2) No discurso anual do presidente dos Estados Unidos para o Congresso norte-americano de 2010, a revista notou que houve uma guinada de Barack Obama para os problemas domésticos, em detrimento de assuntos globais ou The economist Obamas's speechesinternacionais. A constatação só foi possível porque a equipe de The Economist comparou as palavras mais usadas nos dois discursos anuais de Obama: em janeiro de 2009 e de 2010. Palavras como paz, liberdade e mundo foram menos usadas em 2010, cedendo espaço para americanos, América, empregos, contribuintes e família. Muito interessante e critivo mesmo.

3) Enquanto economias de países emergentes conseguiram sobreviver melhor aos solavancos da crise financeira internacional entre 2008 e 2009, os países ricos registraram fortes recuos no PIB. Dados mais recentes mostram que, na The Economist GDP contramão, alguns dos 20 países emergentes mais importantes se saíram melhor. A China cresceu 8,7% em 2009. O Brasil pode ter ficado estagnado. Esse G-20 emergente já representa 26,4% do PIB mundial em dólar e foi responsável por 62,8% do crescimento econômico que ocorreu em 2009, segundo o Brasdesco.

4) Está cada vez mais caro para os Estados Unidos combater a imigração ilegal. The Economist US border patrol O muro na fronteira com o México foi uma das mais recentes tentativas. A organização Center for American Progress calculou que o orçamento anual para esse trabalho aumentou de US$ 326 milhões em 1992 para US$ 2,7 bilhões em 2009.

5) A China ganhou o apelido de fábrica do mundo. Na produção de aço, não há contestação. O país já é responsável por 47% da produção mundial do insumo. The Economist World steel production Em 2009, quando a produção global caiu 8%, devido à queda da demanda derivada da crise internacional, o país asiático – e outras três nações – aumentaram a produção. Parte desse crescimento ocorreu a partir da compra de ativos no exterior.

Anúncios