Arquivo da tag: Opinião dos leitores

Opinião a gente respeita: Leitor critica falta de foco na defesa dos direitos humanos

Opinião11O leitor, quando comenta, raramente erra o alvo. Para expor a opinião publicamente, costuma pensar muito antes.

Na Folha de S.Paulo, dia 2 de junho, os três que escreveram sobre recente reportagem que mostrou superlotação em cadeias recentemente construídas e inauguradas foram certeiros.

Vale complementar: a redução ou o aumento da violência tem relação – maior ou menor – com diversos fatores, todos dependentes em algum grau com a eficiência de políticas públicas.

Entre os principais fatores que impactam na oscilação dos índices de violência, estão a melhoria do sistema educacional, a eficácia das polícias e do sistema judiciário nacional, o desempenho da economia e a redução da taxa de emprego.

Opinião12Enquanto a impunidade continua elevada e a qualidade da educação muito ruim, a economia brasileira mostra desempenho relativamente satisfatório nos últimos dez anos – tanto que as taxas de emprego melhoraram e o país convive, há algum tempo, com o que os economistas chamam de pleno emprego.

No entanto, as taxas da maioria dos crimes cresceram no último ano.

Novo projeto do ProPublica quer engajamento dos leitores para inspirar mudanças e consequências

O ProPublica, uma empresa jornalística bastante inovadora e investigativa, lançou uma iniciativa simples para envolver o leitor e colher dele contribuições que vão desde opiniões e informações para complementar matérias até sugestões e ideias.

A instituição quer que as reportagens tenham, como consequência, mais engajamento dos leitores e, dessa forma, aumentar as chances que as notícias e informações descobertas dos repórteres gerem mudanças – para melhor, claro – dos fatos mostrados.

Interrogações – A iniciativa recém-lançada e bem-intencionada, ainda terá de mostrar resultados. Praticamente todas as empresas jornalísticas têm ferramentas para envolver o leitor, seja com comentários ou pedindo a eles que comuniquem erros encontrados nas reportagens, até enviando fotografias e sugestões de temas que eles gostariam que as redações apurassem.

Quando pedir informações e dados para complementar as reportagens, terá de apurar as informações com repórteres suficientes. Para esse tipo de jornalismo, usa-se a expressão crowdsourcing, na qual as redações usam a “capacidade instalada” da audiência, ou seja, aproveitam a quantidade de pessoas disponíveis e as habilidades ou o conhecimento delas para ajudar no trabalho jornalístico.

GetInvolved

Curadoria de ideias – Pedir ideias e propostas aos leitores é muito interessante, mas exigirá que a redação eleja uma comissão de repórteres para atuar como curadoria das mensagens.

Além disso, os jornalistas terão de enviar as propostas para as autoridades ou responsáveis, acompanhar as consequências e dar uma resposta aos leitores. De nada adiantará se tal mecanismo se transformar apenas em mais um painel de comentários dos leitores.

Saiba mais:

Veja duas outras iniciativas do ProPublica que mostram a qualidade do trabalho jornalístico desenvolvido pela empresa. Uma matéria usa ferramentas de visualização de dados para mostrar facilmente como pensam os parlamentares norte-americanos a polêmica entre o direito constitucional de portar armas e o desejo de implementar leis que assegurem maior controle sobre elas.

Em outra investigação, autoridades federais dos Estados Unidos tiveram de determinar que companhias farmacêuticas informem quanto e como pagam médicos por atividades como pesquisa, consultoria, palestras, viagens ou simplesmente entretenimento.

Jornal impresso pode interagir mais com leitores

Com a explosão de aplicativos e infografias no ambiente online, parece que interagir com leitores só é possível para o jornalismo na internet. Ledo engano. O jornal O Estado de  S. Paulo publicou nos últimos dias duas páginas com reportagens que interagem com os leitores – se não no momento na leitura, ao menos no momento da concepção.

Um pouco esquecidas nos últimos anos, esse tipo de ação é louvável no jornalismo, sobretudo em uma plataforma percebida como fadada à extinção por muitos especialistas exatamente por não terem os mesmos ingredientes dinâmicos que o jornalismo online.

OESP Interação com leitores 2OESP Interação com leitores 1

Tempos atrás, o jornal O Globo publicada regularmente no meio das reportagens janelas com opinião dos leitores comuns. A iniciativa não tem mais espaço no diário atualmente.

Essas iniciativas são interessantes porque  colaboram para fidelizar o leitor ao produto. No caso específico do Estadão, são maneiras interessantes de atrair o público mais jovem para o manuseio e para a leitura de jornais.

Saiba mais:

As pessoas comuns têm poder de guiar a cobertura da imprensa? Parece que sim