Arquivo da tag: Infográfico no jornalismo

Desemprego na Europa: números mostram uma situação tenebrosa, principalmente na Espanha

Um infográfico do Financial Times com estatísticas sobre a situação do mercado de trabalho na Europa mostra uma situação tenebrosa, principalmente na Espanha.

O jornal utilizou recursos gráficos simples, como colunas, barras, linhas, volume e bolhas para esclarecer e comparar os números de forma muito competente. Foi eficiente ao relacinar um ao aoutro, pelo título de cada bloco.

Fazendo as contas, os dados deixam claro que o desemprego é elevado entre a população economicamente ativa. Mais que isso: é muito preocupante entre os jovens, classificados na faixa etária entre 15 a 24 anos: Depois de algumas contas complementares:

BevCEblCUAAABdz

Considerando a população economicamente ativa, todas as faixas etárias:

  • Espanhóis (todas as faixas etárias): 26,7% estão desempregados e 17,6% são temporários (basta multiplicar a quantidade de empregados temporários, algo como 24%, pela população empregada, que é 73,3%). Total: 44,3% estão em situação ruim, considerando desemprego ou emprego temporário.
  • Italianos (todas as faixas etárias): 12,7% estão desempregados e 12,2% são temporários. Total: 24,9%.
  • Portugueses (todas as faixas etárias): 15,5% estão desempregados e 17,7% são temporários. Total: 33,2%.

Considerando somente jovens entre 15 e 24 anos:

  • Espanhóis (jovens até 24 anos): 57,7% estão desempregados e 26,2% são temporários (novamente, multiplica-se a quantidade de empregados jovens temporários, algo como 62%, pela população jovem empregada, que é 42,3%). Total: 83,9%.
  • Italianos (jovens até 24 anos): 41,6% estão desempregados e 31,0% são temporários. Total: 72,6%.
  • Portugueses (jovens até 24 anos): 36,8% estão desempregados e 41,7% são temporários. Total: 78,5%.

Vale lembrar: um infográfico como este, com uma comparação tão eficiente, só é possível quando há séries estatísticas bastante detalhadas, que recortam os dados por faixas diversas.

Anúncios

Infografia: Simplicidade vale mais que mil recursos

Uma boa infografia transmite rapidamente a mensagem, ajudando o leitor a fazer comparações por meio de figuras geométricas, tamanhos ou cores diferentes, entre outros recursos. Às vezes, não é preciso pensar demais.

The biggest IPOs in History

O infográfico acima usa bolhas com tamanhos diferentes para ajudar o leitor a perceber quais foram os maiores IPOs da história. IPO significa “oferta pública inicial” de ações (do inglês, “inicial public offering”), quando uma empresa vende, pela primeira vez, ações em uma bolsa de valores.

As cores foram utilizadas para diferenciar as empresas, função que os próprios logotipos de cada companhia, dentro das bolhas, já cumprem com eficiência. Resultado: as cores confundem e poluem – e são desnecessárias.

shuttle

Na no segundo infográfico, sobre a última missão de um ônibus espacial norte-americano, em 2011, as cores foram necessárias para ajudar o leitor a perceber facilmente quais foram as naves que foram utilizadas em missões espaciais ao longo dos anos.

O autor escolheu cores com tonalidades parecidas (amarelo e laranja, por exemplo), provavelmente para não poluir a página, mesmo que o uso de cores diferentes (azul e vermelho, por exemplo) pudesse facilitar ainda mais a vida do leitor.