Boa pauta explora uma das inúmeras possibilidades de reportagem sobre futebol


Almir PernambuquinhoBela reportagem na Folha de S. Paulo, vinda de Anélio Barreto, jornalista que a escreveu como colaborador do jornal – isto é, ele não faz parte da redação. Na pauta, o ingrediente principal é a História. Na reportagem, é o texto longo, narrativo, que era praticado no Jornalismo décadas atrás e que a proliferação da internet e plataformas digitais sepultou.

A reportagem narra trechos da carreira e da vida do jogador Almir Pernambuquinho, que jogou Sport, Vasco da Gama, Corinthians, Santos, América (RJ), Boca Junior (Argentina) e Genoa (Itália) nas décadas de 50 e 60. Briguento, morreu assassinado em um boteco no Rio de Janeiro ao tentar defender um grupo de artistas gays que eram alvo de piadas de um grupo de homens sentados em uma mesa próxima.

O futebol, como todos os outros temas cotidianos, pode e deve ser abordado nas diversas facetas que interferem no esporte, como a política, a econômica, a histórica, a jurídica, a bélica, a criminal, a médica, a estatística, entre muitas outras. Com qualidade, é claro, e bom-senso na hora de organizar a pauta. É o caso dessa bela e surpreendente reportagem. O texto, apesar e longo para o jornalismo atual (uma página inteira do jornal, quase 10.000 caracteres), flui fácil. O conjunto da obra – pauta, texto e detalhes – tem qualidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s