Quase quatro anos depois do acidente da TAM, quais promessas foram cumpridas?


Em julho, o acidente aéreo da TAM, no aeroporto de Congonhas, São Paulo, completará quatro anos. Relatórios e diagnósticos foram feitos, erros e problemas foram apontados, soluções foram adotadas e prometidas.

A imprensa precisa começar agora, antecipadamente, um trabalho de reportagem essencial para o público: de todas as promessas que foram feitas pelas autoridades públicas, por semanas, logo após o acidente, quais foram cumpridas, mesmo que parcialmente?

Seria um desperdício focar o esforço de reportagem somente no drama das famílias e na reconstituição do acidente, ambos aspectos bastante importantes e válidos, mas não centrais, quatro anos depois.

Uma primeira promessa foi a redução da quantidade de vôos no aeroporto de Congonhas. A segunda medida foi a redistribuição da malha aérea – todos os voos em todos os aeroportos foram analisados para verificar quais locais poderiam receber mais pousos e decolagens.

No meio das medidas anunciadas, há também a construção de um novo aeroporto para atender a cidade de São Paulo e a instalação de uma praça no terreno do antigo galpão da TAM, que foi doado pela companhia aérea para a prefeitura para este fim.

Para saber mais:

O portal da revista Veja listou uma cronologia de notícias sobre o acidente. Infelizmente, parou de atualizar no fim de 2007, mas, mesmo assim, dá uma boa noção dos acontecimentos que se seguiram.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s