Como pode um clube ter técnicos por décadas?


O técnico Alex Ferguson completa hoje, dia 6 de novembro de 2010, 24 anos à frente do Manchester United, uma das principais equipes do futebol mundial. Como deve, no mínimo, completar a atual temporada no comendo do time, ultrapassará Matt Busby, que foi técnico em Old Trafford entre 1945 e 1969.

Se já é difícil imaginar os motivos que fazem um técnico ficar mais de duas décadas à frente de uma equipe de primeira linha do futebol mundial, que dirá dois. Em uma equipe como o Manchester United, como em todo grande time, há pressões enormes, principalmente quando títulos não vêm. Tenho alguns palpites. Eles estão baseados no óbvio: uma cultura do clube de longevidade no comando técnico aliado aos resultados do treinador.

1) Casa em ordem. Onde há mais organização, há tendência de continuidade – ou vice-versa. A lista de técnicos à frente da equipe de Old Trafford mostra que a longevidade não é uma exceção. Isso mostra, no mínimo, que a diretoria do Manchester United não costuma “jogar o bebê fora junto com a água suja da banheira” só porque um ano os títulos não vieram.

2) Resultados. Técnicos são demitidos por falta de resultados em qualquer campeonato do mundo. Quando os títulos não chegam, o técnico precisa ter muito estoque de pontos positivos para que a diretoria e a torcida não pressionem pela demissão. Ferguson acumulou um bom estoque desses pontos positivos. Tem 11 campeonatos locais (Premier League), dois campeonatos continentais (Champions League), além de dois títulos do segundo torneio continental mais importante (antiga Copa da UEFA, agora Liga Europa, a partir de 2010). Na década de 90, foram seis campeonatos nacionais.

3) Os dois juntos. Nem sempre foi assim. Nos cinco primeiros anos, conseguiu apenas uma copa nacional de importância secundária (uma espécie de Copa do Brasil). Essa seca de títulos mostra que, independentemente dos resultados, havia uma cultura de longevidade, já experimentada por técnicos anteriores. O primeiro técnico do time inglês ficou por lá de 1892 até 1900. O segundo, por mais três anos. O terceiro, por quase nove anos. Dos 21 técnicos que a equipe já teve ao longo da história (18 em tempo integral, como eles costumam dizer), 12 comandaram por quatro anos ou mais.

4) Resultados contam. Em 1.348 partidas até outubro de 2010, Ferguson obteve 795 vitórias – um nível de aproveitamento de 59%, mesmo depois de tantos anos. Nenhum técnico da equipe conseguiu um resultado como esse.

Anúncios

2 Respostas para “Como pode um clube ter técnicos por décadas?

  1. O primeiro tecnico do Manchester deve ter sido tambem um dos homens mais velhos do Reino Unido de acordo com o texto. E certamente tambem o mais velho dos comentaristas na copa em 2010….rs rs (…O primeiro técnico do time inglês ficou por lá de 1892 até 1990.)

    • hehehe … boa, boa! Foi um erro de digitação … rs. Em vez de escrever que o primeiro técnico comandou a equipe “entre 1892 e 1900”, acabei escrevendo “entre 1892 e 1990”. Já está corrigido lá no texto. Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s