Brasil patina há mais de uma década no desafio de reduzir corrupção


No mais recente atlas da Transparency International, organização que monitora o nível de corrupção no mundo todo, o Brasil, invariavelmente, não ocupa uma boa posição.

A organização consegue, a partir de um conjunto de pesquisas (entre 3 e 13 em cada país, dependendo da quantidade de fontes disponíveis em cada ano), avaliar qual é o nível de corrupção percebida.

O indicador oferece muito espaço para o debate. A partir de pesquisas de opinião e outras qualitativas, tenta medir o nível de percepção que a sociedade local tem sobre a corrupção no país onde vive ou negocia.

Não creio ser possível avançar muito mais que isso. É praticamente impossível determinar quais são os países nos quais há mais corrupção a partir da medição da quantidade de dinheiro desviado ou de propinas pagas.

A posição do Brasil – Entre 178 países, o Brasil se situa no pelotão do meio, no 69° lugar, com outras três nações. Toda a imprensa deu destaque para a lista dos mais e menos corruptos. Há menos corrupção por aqui do que em Vanuatu, que vem logo atrás. da mesma forma, há mais corrupção aqui que em Ruanda, na África.

Tão importante quanto a posição que o Brasil ocupa é saber quais posições ele ocupou no passado. Só assim é possível saber se houve retrocesso ou avanço.

Segundo os parâmetros da pesquisa, quanto mais próximo de 10, menor é a corrupção percebida no dia a dia nos países. Mais próximo de zero, o ‘toma-lá-dá-cá’ corre solto.

Desde 1995, quando as pesquisas começaram a ser feitas pela Transparency International, depois de melhorar significativamente entre 1995 e 1999, o país passou a patinar no combate à corrupção, mostram as estatísticas.

Corrupção no Brasil

Coloquei os dados no Tableau Public, ferramenta gratuita que permite inserir planilhas de dados e visualizá-los em gráficos. Achei que o velho e simples gráfico em formato de colunas mostraria bem a estagnação do Brasil no combate à corrupção.

Brinque com o gráfico – Quem quiser, pode verificar lá como os 178 países evoluíram ou regrediram. A ferramenta permite interação. Os interessados podem copiar a tabela de dados, clicando em ‘download’.

Montar a tabela deu um trabalho enorme. Coletei a tabela principal de todas as edições disponíveis da pesquisa anual da Transparency International, de 1995 até 2010 .

Depois, organizei os dados em uma planilha de forma que pudessem ser comparáveis, linha por linha. Muitos países entraram na pesquisa somente nas edições mais recentes. Para outros, faltam dados em pesquisas intermediárias.

Se alguém que for craque na arte de criar infográficos e visualizações, fique à vontade para refazer e melhorar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s