O Brasil na indústria mundial da guerra


Dias atrás, o Café Expresso mostrou um gráfico da The Economist listando as empresas com as maiores receitas provenientes de negócios cujo foco central é a guerra.

Correio Braz 10mai Agora, foi a vez do Correio Braziliense fazer uma reportagem mostrando que o Brasil, apesar de ser um nanico nesse mercado, também vende armas para conflitos que deixam milhares de mortos. Em dez anos, o País exportou mais de 700 toneladas de bombas e mísseis para países em conflitos que já vitimaram 1,3 milhão depessoas, segundo o jornal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s