Como atrair mais adolescentes para a leitura de jornais?


Mais um ponto de vista sobre o futuro dos jornais. Não é raro ouvir que o futuro dos diários impressos passa pelo desafio de agregar ao universo de assinantes e leitores os brasileiros mais jovens. Segundo pesquisa da ANJ (Associação Nacional dos Jornais), as pessoas com idade entre 15 e 24 anos têm representado, ao longo dos últimos anos, cerca de 25% da quantidade de pessoas que lêem jornais. Parece um número razoável, o que colocaria em risco essa teoria, bastante disseminada.

Manter leitores jovens dentro da carteira de clientes é uma necessidade imperiosa para os jornais impressos. Fidelizados com o hábito da leitura de diários, os jovens se tornarão consumidores deste produto pelo resto da vida – muitas décadas. Se os jovens representam parcela respeitável do universo de leitores, eles são a base da pirâmide etária brasileira. Milhões e milhões de jovens, dentro das escolas de primeiro e segundo graus, não lêem nada – muito menos jornais.Vestibular

O desafio é trazer milhões desses “sem-jornais” para a carteira de leitores costumazes. Como? Muitas idéias têm sido testadas, sem sucesso. Acredito que os jornais abordam temas jovens com mentalidade de adultos. Ao ler reportagens sobre o universo deles nos jornais, os adolescentes sentem estar ouvindo os pais falando e dando sermões. Uma das mais corriqueiras tentativas de conversar com o público entre 15 e 24 anos é publicar semanalmente suplementos específicos sobre comportamento e vestibular. Em boa parte dos casos, traz muita notícia velha.

Muitas vezes os jornais escolhem bons temas para atrair os adolescentes para a leitura de jornais, mas pecam por um escorregão clássico e até ingênuo, considerando a experiência dos editores em formatar a notícia de forma que elas chamem mais a atenção. Geralmente, boas notícias para esse público ficam escondidas, nos suplementos semanais ou espremidas entre notícias “para adultos”. 

NYTimes 3janUma matéria do portal UOL abordou com felicidade uma preocupação dos adolescentes. Mostrava o desafio de conciliar namoro com a mudança de cidade por causa da necessidade de ir estudar em uma nova cidade, após vencer a corrida do vestibular.

Fico imaginando essa reportagem na capa de um grande jornal brasileiro, de circulação nacional, em um domingo, ao estilo The New York Times, no último domingo, dia 3 de janeiro, chamando a atenção para as pessoas que necessitam do dos benefícios do Food Stamp, programa de segurança alimentar dos EUA. A matéria não precisaria necessariamente ocupar a manchete principal, mas enquadrada no topo, com uma bela foto, e um bom trecho de texto, atrairia a atenção de um público não acostumado a parar em frente da frente banca de jornais para ler as manchetes da capa. Impossível? Tecnicamente não. Basta abrir a mente.

Anúncios

Uma resposta para “Como atrair mais adolescentes para a leitura de jornais?

  1. Pingback: Jornais precisam ousar nas estratégias para atrair leitores mais jovens « Café Expresso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s