A mais importante lição do jornalismo


O Novo em Folha, o blog do programa de treinamento da Folha de S. Paulo, publicou hoje depoimentos extremamente importantes, que poderiam ser entregues para alunos de jornalismo de todo o País. A idéia começou com a sugestão de sites com comunidades para jornalistas freelancer. Em seguida, a idéia melhorou. A coordenação do blog pediu ao jornalista Marcelo Soares que narrasse sua experiência como freelancer. Surgiu um depoimento rico e abrangente, uma espécie de roteiro para aqueles que querem trilhar o mesmo caminho.

Da interação com o público, surgiu uma idéia ainda melhor: porque não perguntar para os editores da Folha o que eles esperam de um jornalista freelancer. Fiquei muito feliz em ler que o que mais os impressiona é quando o pretendente se apresenta com um currículo e uma boa sugestão de pauta junto. Eu sou daqueles que considero a pauta o exercício mais importante do joronalismo. Separei os trechos de dois dos convidados entrevistados pelo Novo em Folha. Vale a pena beber na fonte e ler os depoimentos completos.

MARCO AURÉLIO CANÔNICO, editor do Folhateen:

"Eu espero de um frila basicamente o mesmo que espero de um repórter contratado: boas sugestões de pauta (novas, quentes, bem pensadas e desenvolvidas, com sugestões de personagens a ouvir, foto, arte etc.), texto bem apurado e bem redigido, agilidade, profissionalismo (inclusive para gravar entrevistas, guardar registros de sua apuração, pegar autorizações quando for necessário, cumprir os prazos acordados etc.) (…)”

BRUNA MARTINS FONTES, editora interina de Suplementos (Folhinha, Veículos, Empregos, Negócios, Imóveis, Construção): 

“A gente sempre pede que ela mande um trabalho que fez ou uma sugestão de pauta bacana. Mas a gente prefere a sugestão de pauta, que dá pra avaliar a potencialidade daquela pessoa. Porque se você manda um trabalho eu não vou saber se aquilo foi editado, se foi você que propôs, se você pautou a foto, se escreveu bem etc.”

“A gente vai valorizar o plano. Será que você conseguiria ser capaz de bolar uma reportagem legal? É um exercício interessante pra quem ainda não está trabalhando. Se você tem tempo, algum tema te interessa, pode se sentar e pensar melhor em como transformaria numa pauta interessante para um determinado veículo.”

“Tem que demonstrar para o editor como que você pretende fazer a pauta. Em vez de dizer: "Vamos falar de problema de trânsito?", dizer: "Olha, tem um estudo que mostra que o trânsito …" Essa pessoa tem que fazer uma pré-pauta, já vender para o editor com a pesquisa sobre o tema, mostrando que não saiu na Folha, com fontes.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s